Unsplashed background img 1

Extrativismo do Povo Xakriabá

Published in

A região de transição dos biomas Cerrado e Caatinga, bem como a Mata Seca, são utilizadas tradicionalmente pelos indígenas Xakriabá para acessar alimentos e remédios, sendo os principais: coquinho azedo, mangaba, buriti, pequi, cagaita, umbu, pakari, favela e jatobá. O agroextrativismo tradicional Xakriabá é considerado uma atividade de relevante importância cultural e socioambiental, uma vez que possibilita o uso sustentável dos recursos naturais, fortalecimento cultural, geração e distribuição de renda, autonomia agrícola e segurança alimentar.

Sendo assim, por meio da reforma de um espaço que já funciona como sede da Associação Indígena Xakriabá Aldeia Sumaré Peruaçu, será possível estruturar uma unidade de beneficiamento de frutos nativos. O projeto Extrativismo do Povo Xacriabá: fonte de renda, segurança alimentar e proteção do Cerrado vai atender cerca de 200 famílias que residem em quatro aldeias da Terra Indígena Xakriabá: Sumaré I, Sumaré II, Sumaré III e Peruaçu.

Janela: Gestão de Recursos Naturais