Unsplashed background img 1

Gestão de recursos naturais em território Xakriabá

Published in

São muitos os problemas decorrentes da degradação ambiental que vem afetando as comunidades no território Indígena Xakriabá, no norte do estado de Minas Gerais. O desmatamento provocado pela destinação de novas áreas para cultivo da agricultura e criação de gado é um dos principais agravantes. Essas intervenções constantes, que vem ocorrendo há alguns anos nas áreas de nascentes e nos arredores, causaram a seca de seis nascentes que davam origem a outros corpos hídricos que abasteciam as populações. O uso do fogo era constante no manejo da terra. Em diversas ocasiões o fogo saiu de controle entrando nos brejos, o que acarretou a morte de espécies da flora e da fauna. 

Toda a comunidade foi afetada pela falta de água nos rios, tornando-se dependente da água de poços artesianos, que vem diminuindo a vazão ao longo dos anos. Houve, também, perda da biodiversidade de espécies florestais e frutíferas, antes utilizadas para alimentação humana, de animais e como matéria prima para a produção de artesanatos, e houve extinção de muitas espécies animais que contribuíam para a subsistência das famílias. Portanto, a reparação e proteção ambiental das áreas afetadas são estratégicas para recuperar e preservar a biodiversidade, o fluxo gênico da fauna e flora, proteger o solo, gerar trabalho, manter e ampliar a beleza cênica da paisagem e assegurar o bem-estar das populações humanas em nosso território.

Os primeiros passos de uma longa caminhada no combate à desertificação no nosso território envolvem: a implantação de um viveiro de mudas, destinadas a recuperar as áreas improdutivas no entorno das nascentes e as áreas de recarga; o desenvolvimento de um trabalho de educação ambiental, envolvendo também a comunidade escolar para motivar mudanças nas formas de trabalhar na terra; a utilização de técnicas de enriquecimento do solo e novas alternativas sustentáveis de produção alimentar alinhada a proteção ambiental.

O projeto será implantado no município de São João das Missões (MG), nas seguintes comunidades localizadas no território Indígena Xakriabá: as aldeias Riacho dos Buritis, Pedrinhas/Lagoinha, Olhos D’água, Pindaíbas, Itacarambizinho, Poções e Peruaçú. O território Xakriabá abrange quase 100 mil hectares de extensão e aproximadamente 10 mil habitantes, localizado às margens do rio Itacarambizinho. Serão reflorestados três hectares de áreas localizadas nas aldeias Riacho dos Buritis, Pindaíbas e Lagoinha.

Janela: Gestão de Recursos Naturais