Unsplashed background img 1

Ka'a Roky (Plantas Brotando)

Published in March 24, 2020, 5:27 p.m.

A mesma política que delimitou o espaço dos indígenas Guarani e Kaiowá no início do século XX também modificou e restringiu as práticas produtivas tradicionais refletindo na formação ou transformação da identidade cultural desse povo, além de ter causado a degradação total das nascentes da região. Devido a isso, a alimentação das unidades familiares da Aldeia Panambi/Lagoa Rica, localizada no município de Douradina (MS), é hoje dependente de ações governamentais, entrega de cestas básicas, doação de sementes e patrulhas mecanizadas.

Assim, o projeto Ka'a Roky (Plantas Brotando), proposto pela Rede de Apoio e Incentivo Socioambiental, parte de uma demanda da própria comunidade, que deseja empreender ações para revitalização de nascentes e recuperação de processos tradicionais de quintais produtivos das famílias da comunidade, bem como o envolvimento da escola, como um quintal produtivo e a proposição de práticas de educação ambiental em seu currículo. Portanto, a iniciativa tem como objetivo fomentar a produção de árvores nativas frutíferas e culturas de fácil implantação, com uma metodologia participativa e agroecológica, capacitando as famílias envolvidas e respeitando a lógica de produção tradicional.

Resultados esperados: Melhoria das condições ambientais de uma nascente; Capacitação dos agentes ambientais para fomentar a produção de frutíferas e de cultivos tradicionais nos quintais de um grupo de famílias; Realização de intercâmbio intrageracional entre comunidades Guarani para troca de experiências, prática e conhecimentos sobre cultivos tradicionais; Implementação de educação ambiental no currículo da escola da aldeia; Apoio operacional para o projeto.

Recurso e duração do projeto: O recurso total destinado ao projeto é de R$ 119.988,00 com duração de 12 meses.