Unsplashed background img 1

Feira de Sementes e Saberes A'uwẽ

Publicado em 24 de Outubro de 2017 às 15:18

De 29 de setembro a 1º de outubro de 2017, a aldeia xavante Ripá reuniu cerca de 150 pessoas durante a Feira de Sementes e Saberes A'uwẽ. A Feira foi organizada pela Associação Indígena Ripá de Etnodesenvolvimento (AIRE), dentro do projeto aprovado no programa DGM Brasil, e contou com o apoio da Funai. Além dos participantes da aldeia Ripá, localizada na Terra Indígena (TI) Pimentel Barbosa, município de Canarana - MT, a Feira recebeu convidados Xavante de outras aldeias da mesma Terra Indígena, da TI Marãiwatsédé, da TI São Marcos e também convidados não indígenas.

A programação dos três dias de evento contou com espaços de trocas de experiências, palestras, produção da culinária tradicional, corrida de tora, competição de arco e flecha e muito canto tradicional xavante. A feira propriamente dita foi realizada no último dia do encontro, quando cada família apresentou suas sementes para trocar. Os organizadores contabilizaram mais de 30 variedades, entre milhos, feijões, cabaças, algodão, arbóreas e outras.

A Feira de Sementes e Saberes A'uwe foi organizada pela AIRE, com apoio do programa DGM Brasil, da Coordenação Regional Xavante/Funai, da Casa de Cultura Cavaleiro de Jorge – GO, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), do Instituto Socioambiental (ISA) e da Operação Amazônia Nativa (Opan).

Sobre o subprojeto

A AIRE foi formalizada em 2016 com 180 associados da aldeia e tem atuado na produção e comercialização de artesanatos tradicionais, intercâmbios culturais e na formação e produção audiovisual para que os próprios jovens da aldeia registrem as atividades desenvolvidas. Além disso, une esforços pelo fortalecimento da soberania alimentar da comunidade Xavante. Seu projeto contemplado no edital DGM Brasil tem como objetivo desenvolver a autonomia e o controle dos processos da cadeia produtiva de sementes nativas e, para isto, prevê ações de estruturação de grupos coletores, construção de espaços multiusos para armazenamento de sementes, realização de feiras e divulgação das atividades.

*Com informações da Funai.