Unsplashed background img 1

Gestores globais do DGM se encontram em Arlington

Publicado em 4 de Maio de 2018 às 09:24

Tomar decisões sobre o plano de trabalho e o orçamento do DGM para o quarto ano do projeto foi o principal objetivo da 4ª Reunião Anual do Comitê Gestor Global (CGG) do Dedicated Grant Mechanism (DGM), realizada em Arlington, Virgínia (EUA).

As lideranças indígenas e de comunidades tradicionais do CGG discutiram os sucessos e desafios da implantação do DGM nos nove países integrantes (Brasil, Burkina Faso, República Democrática do Congo, Ghana, Indonesia, Laos, Mexico, Peru, República do Congo e Filipinas), além dos quatro novos países contemplados pela iniciativa (Costa do Marfim, Equador, Guatemala e Moçambique).

Srewe Brito Xerente, coordenador do Comitê Gestor Nacional do DGM Brasil, participou da atividade, representando os povos indígenas, quilombolas e de comunidades tradicionais do Cerrado brasileiro. "O encontro contou com três dias de reunião prévia, em que os assuntos foram anteriormente discutidos pelos membros participantes do Comitê Gestor Global", informou.

O líder indígena também comentou sobre a esperança e o empenho político do CGG no sentido de garantir o apoio às iniciativas além do prazo de finalização das atividades estabelecido para cada país, que no caso do DGM Brasil é até março de 2020. "A reunião foi bastante proveitosa, pois muitas decisões importantes foram debatidas, tais quais o nosso desejo comum de que o DGM continue apoiando as propostas de povos indígenas, comunidades quilombolas e tradicionais após o prazo de contrato de cada país. Estamos lutando para isso, pois somos nós que contribuímos para a manutenção do verde, para a preservação do meio ambiente", acrescentou.

Os membros do CGG também compartilharam o progresso dos subprojetos em seus respectivos países e forneceram orientação estratégica sobre aspectos importantes do DGM Global, incluindo comunicações, mecanismo de queixas, potenciais mudanças na estrutura de resultados do projeto e aprendizado no âmbito do Programa de Investimento Florestal (FIP). 

Sobre o CGG

O Comitê Gestor Global é composto por um membro de cada um dos Comitês Gestores Nacionais (Brasil, Burkina Faso, República Democrática do Congo, Ghana, Indonesia, Laos, Mexico, Peru, República do Congo, Costa do Marfim, Equador, Guatemala e Moçambique), além de um representante de um país fora do Programa de Investimento Florestal (FIP), neste caso, as Filipinas. Os Comitês Nacionais do DGM são formados por representantes de povos indígenas, quilombolas e comunidades tradicionais desses países.